. FASES DE PROGRAMAÇÃO .

As fases que compõem o plano de ação são:

  • F1 – SELEÇÃO DE ANIMAIS PROVENIENTES DE REBANHOS HOMOGÉNEOS (2 ANOS)

Seleção dos animais necessários para a realização dos ensaios. Para tal será necessário identificar rebanhos homogéneos, com as raças bem identificadas e diferentes sistemas de alimentação.

  • F2 – AVALIAÇÃO DO EFEITO DA RAÇA (2 ANOS)

Avaliação do efeito da raça (Merino Branco, Saloia e cruzados de Ile de France) na composição da carne de borregos com 12-13 kg de carcaça e na qualidade dos produtos que serão preparados.

  • F3 – AVALIAÇÃO DO EFEITO PESO DE ABATE (2 ANOS)

Avaliação dos efeitos do peso ao abate na qualidade e composição dos produtos preparados. O intervalo de peso de carcaças será distribuído por 2 grupos: 12-13 kg e 16-17 kg. O primeiro intervalo corresponde a borregos de leite, ou abatidos poucos depois do desmame e o segundo corresponde a borregos autónomos do ponto de vista alimentar.

  • F4 – AVALIAÇÃO DO EFEITO SISTEMA DE ALIMENTAÇÃO (2 ANOS)

Avaliação dos efeitos do sistema de alimentação na composição e na qualidade dos produtos que serão preparados. Os animais serão alimentados com base em pastagens (pastoreio exclusivo) ou em alimentos concentrados (pastoreio suplementado).

  • F5 – PROCESSAMENTO E ANÁLISE DOS PRODUTOS (1,5 ANOS)

Esta fase de ensaio será realizada em condições comerciais de produção, depois de definidos os procedimentos, com base nos resultados dos ensaios anteriores. A preparação dos produtos será feita numa unidade industrial de processamento de carnes.

. CONTACTOS .

LÍDER DO CONSÓRCIO: CONSULAI

Rua da Junqueira, 61 G - Piso 1

1300-307 Lisboa

Para mais informações: www.consulai.com

Projeto cofinanciado por:

Logotipos_Barra_PDR_PT2020_FEADER.png